All for Joomla All for Webmasters
Desporto

“Desculpo-o quando ele pedir desculpa ao meu país”

O antigo jogador português recordou a expulsão no encontro entre Alemanha e Portugal, a contar para a qualificação do Mundial 1998.

Em entrevista ao jornal A Bola desta quarta-feira, Rui Costa recorda a única expulsão da sua carreira. No encontro entre Alemanha e Portugal, de qualificação para o Mundial 1998, Rui Costa viu o segundo amarelo – e consequente cartão vermelho – durante uma substituição. Uma ação que marcou a sua carreira e a do juiz Marc Batta.

“Foi a minha única expulsão em toda a carreira profissional de futebol”, atirou Rui Costa.

“Não consegui, à data ou ainda hoje, encontrar uma explicação. Foi uma coisa inédita e única na alta-roda do futebol. (…) Não há qualquer lei que determine quanto tempo deve passar para um jogador que vá ser substituído sair de campo. (…) Demorei no máximo 25 segundos a chegar à linha lateral”, explicou, recordando um episódio recente, quando Batta esteve no Estádio da Luz.

“Recentemente, num jogo no Estádio da Luz para a Liga dos Campeões, ele estava como observador do árbitro e pediu para falar comigo, para dizer que tinha errado, que não estava contente com o que se tinha passado. Eu mandei dizer o que sempre disse e o que sempre direi: ‘Desculpo-o quando ele pedir desculpa ao meu País’. Porque o que ele fez foi prejudicar o meu País. Os próprios jornais franceses escreveram no dia seguinte em primeira página: ‘Batta tira Portugal do Mundial’. E a verdade é que desde 1996 até hoje só falhámos uma fase final de uma grande competição. Foi aquela”, completou.

Fonte: Noticias ao Minuto

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Os Mais Vistos de Sempre

To Top